Definições iniciais

Toda vez que nos comunicamos, escolhemos o tom e a voz, seja uma mensagem escrita ou oral. Esta seção explica a diferença entre uma coisa e outra e apresenta o tom e a voz da VERT.

Tom

O nosso tom é objetivo e levemente despojado, mas não coloquial. Mas ao escrevermos temos sempre que considerar o meio (é uma mídia social ou um relatório?) e o contexto da mensagem (ela está informando algo muito positivo ou traz uma notícia ruim?). Após essa análise, ajustamos o tom conforme a necessidade.

Voz

A nossa voz é simples, gentil, confiável e especialista. Quando falamos ou escrevemos, nosso objetivo é descomplicar. Sempre! A linha entre amigável e maternal pode ser tênue. Por isso, é eficiente pensar também o que a nossa voz não é: ela é simples, mas não superficial; é gentil, não meigo; confiável, não tradicional; especialista, não pretensioso.

Dicas de estilo

Quando escrevemos, levamos em conta essas orientações:

Padronização

Para que nossos textos sejam coesos independentemente de quem os escreveu, seguimos algumas regras:

Nosso nome se escreve sempre com letras maiúsculas:

VERT Capital
Certo
Vert Capital
Errado

Textos que citam frases de terceiros, como em entrevistas, devem fazer referência ao autor usando o sobrenome, independentemente do gênero:

Para Mello, as agtechs maram um antes e um depois do crédito agrícola brasileiro.
Certo
Para Fernanda, as agtechs maram um antes e um depois do crédito agrícola brasileiro.
Errado

Voz ativa

Usamos a voz ativa, evitamos a voz passiva.

Recebemos a sua sugestão e, como ela está de acordo com nossos valores, estamos trabalhando para incorporá-la na rotina do time.
Certo
A sua sugestão foi recebida e, como está de acordo com nossos valores, será incorporada pelo time.
Errado

Falamos na primeira pessoa do plural (nós)

Quando escrevemos campanhas de marketing, campanhas internas, postagens em mídias sociais ou textos em nosso sistema, usamos a primeira pessoa do plural. Em matérias e artigos para o nosso blog ou em materiais educativos, privilegiamos a linguagem impessoal, em um estilo bem próximo ao jornalístico.

Queremos que você tenha tempo para cuidar do seu negócio.
Certo
A VERT quer que você tenha tempo para cuidar do seu negócio.
Errado

CTAs

Em Calls To Actions (CTAs), botões ou links de chamada para a ação, usamos o infinitivo. Em campanhas de marketing, usamos imperativo para incentivar o usuário a iniciar o ação ("agende", "assine") e infinitivo em ações passivas ("continuar", "salvar" etc).

Textos de botões, assim como em frases e títulos, começam com letra maiúscula. As demais palavras dentro de botões devem ser todas escritas em letras minúsculas, a não ser que sejam nomes próprios (ex.: nome de produto, nome de pessoa, marca).

Salvar e enviar
Certo
Salvar e Enviar
Errado

Não usamos gírias

Escrevemos em língua portuguesa de maneira simples e objetiva, facilmente traduzível:

Acesse o link
Certo
Bora acessar o link
Errado

Escrevemos de forma positiva
Sempre que possível evitamos iniciar uma mensagem com as palavras "não" ou "infelizmente", por exemplo:

Esqueceu a sua senha? Revise os caracteres digitados e tente novamente.
Certo
Não foi possível identificar a sua senha.
Errado

Gênero inclusivo

Nós demos preferência a construções textuais que são comuns aos dois gêneros. Atenção, isso não significa linguagem neutra com "@" ou "e".

Boas-vindas ao seu primeiro dia na VERT!
Certo
Bem-vindo ao seu primeiro dia na VERT!
Errado

Nós dialogamos sempre. Usamos linguagem próxima e acessível, sem ser coloquial. Somos simples, diretos, verdadeiros, facilitamos o que é ou parece complicado. Estamos lado a lado aos nossos clientes, pois eles são empreendedores como nós e precisam de soluções que auxiliem no sucesso do seu negócio.